AdoteAna

Laura

Nome: Ana Laura

Local e ano de aquisição: feira da Tristán Narvaja, Montevidéu, 2013

Ano: desconhecido

Informações do verso da imagem: 

Sou mesmo, todo mundo diz - retrógrada e palindromática. Até eles: com Ana 

é assim, eu vou e volto; sou sem jeito nisso de só ir, gosto de visitar a 

lembrança, faço, não vejo, aí volto, invento a saudade.

Vivi um desses, vi e fiz, aí refiz, faz umas duas horas, era quase almoço:

- moço, quero uma porção de batatas só, só isso

- nem o acompanhamento?

- nem, isso só

O moço trouxe aquilo só, mas num instante, era quase almoço, pulou um grilo 

das batatas, um som de grilo pulou das batatas, você acredita!?

- moço, pulou um som de grilo das batatas!

- nem tô vendo som algum vir das batatas! 

- nem!? Eu vi moço, eu vi! olhe denovo

Gostei do grilo, da vontade de rever o grilo, talvez de rever o moço só, 

só isso!

- moço, quero uma porção de batatas com som de grilo!

- nem existe grilo em batatas!

- nem!? mas isso eu vi!

- não  vejo

Não vejo como ele não via o óbvio das batatas, aos vencedores, as batatas, 

sou sem jeito nisso!

- moço, é quase almoço, por favor!?

- nem posso lhe servir algo que não existe!

- nem!? eu vou e volto! você traz!?

- não posso, já estamos nisso a duas horas!

Até eles - palindromática e retrógrada, todo mundo diz, sou mesmo.

Nome: 

Ano: 2014

Por: Gustavo Bonin

© 2023 by Peter Collins. Proudly created with Wix.com